• Henrique Catilho

O que é Gestão Ágil com Scrum e como utilizá-la

Saber gerir um projeto é o ponto crucial para o sucesso dele. Saber utilizar as ferramentas corretas, escolher os membros que estarão envolvidos, cuidar para que os prazos sejam cumpridos, oferecer o suporte para a realização do mesmo e o mais importante, saber qual metodologia aplicar para garantir o bom funcionamento de todos estes itens.


Em uma gestão tradicional de um projeto, o planejamento é o foco principal. São planejadas todas as etapas, todas as ferramentas, os recursos, as funções, os prazos, ou seja, tudo que envolve o projeto do início ao fim é planejado com antecedência e executado até o término, havendo pouca ou nenhuma flexibilidade para mudanças ao longo da etapa de execução. Sendo assim, o cliente vai ter contato apenas com o produto final.


Leia também Importância e benefícios do planejamento estratégico



Se o produto final ou serviço não necessita de flexibilidade em sua produção, não possui necessidade de alterações em sua estrutura durante o processo ou melhor, não é viável que haja mudanças em sua fabricação ou realização, como a produção de uma liga metálica por exemplo, onde a gestão tradicional é ideal.


Agora imagine uma situação em que o cliente tem uma ideia de um produto ou serviço que ele precisa, mas não possui conhecimento claro sobre como este produto ou serviço deve ser ao estar pronto. Sua empresa planeja todo o processo seguindo a solicitação do cliente, executa e na entrega o cliente percebe que não era do jeito que ele gostaria, que o produto idealizado não cumpre o que ele precisa na prática ou simplesmente pela falta de conhecimento, as informações passadas por ele não foram suficientes para que o produto final ficasse do jeito que ele idealizou. Nesta situação, a gestão tradicional se torna ineficaz, gerando um grande problema ao cliente e a sua empresa.


Para projetos como este, seria ideal a utilização de uma Gestão Ágil, pois sua empresa não corre o risco de entregar um produto diferente daquele idealizado pelo cliente. Simplesmente pelo fato de que o cliente é membro ativo do projeto. Como será visto nos tópicos seguintes, a Gestão Ágil propõe focar em entregas de valor com alta flexibilidade, onde o cliente tem total liberdade em solicitar as mudanças necessárias para o produto ou serviço, fazendo com que a entrega final seja exatamente como ele imaginou.


Leia também: Qual a importância da gestão de processos na sua empresa?


Gestão Ágil é melhor que a Tradicional?


A Gestão Tradicional e a Gestão Ágil possuem propostas distintas, seguindo metodologias únicas para a execução de um projeto. É incorreto afirmar que uma é melhor que a outra, pois se trata de um conjunto de técnicas as quais irão se adaptar melhor à espécie de projeto em questão. Como dito anteriormente, em um projeto onde não é viável realizar mudanças durante a execução, a Gestão Ágil se torna ineficaz, enquanto a Gestão Tradicional supre perfeitamente as necessidades. Já em projetos que necessitem de maior flexibilidade, onde há maior customização, a Gestão Ágil é mais indicada, justamente por oferecer recursos que permitam mudanças durante o processo.


O que é Gestão Ágil?


A Gestão Ágil se baseia no princípio de entregas de valor. Diferente da metodologia tradicional, onde o planejamento é o mais importante, nesta metodologia as entregas ao cliente são fundamentais. Mas como isso funciona? Este modelo opera com a colaboração total do cliente, onde ele se torna membro ativo do projeto. Desta forma, durante o processo de execução, a equipe do projeto buscará realizar as entregas de valor de cada tarefa do projeto, para que o cliente avalie e determine se está da forma como ele precisa ou se devem ser realizadas mudanças.


Portanto, seguir um plano engessado de produção não é necessário, mas sim ter a agilidade para responder às mudanças solicitadas pelo cliente. Logo, as interações entre as pessoas envolvidas no projeto se tornam mais relevantes do que as ferramentas e processos utilizados, pois são através destas interações que o produto ou serviço irá tomar forma.