• Ingrid Nogami

Design Thinking: Conheça mais sobre essa ferramenta

Atualizado: Set 12


Um fenômeno cada vez mais observado, a constante evolução tecnológica de produtos e serviços, aprimora cada vez mais processos e produtos já existentes no mercado, tornando necessária a alta diferenciação e inovação de atuais e novos negócios.

O consumidor, que antes visava produtos e serviços de boa qualidade e funcionalidade, agora busca diversos outros aspectos, e um dos principais é a personalização. Frente às mudanças dos consumidores, as empresas para se manterem competitivas no mercado necessitam investir na criação de modelos inovadores de negócio, que as tornem diferenciadas em relação à concorrência e que consigam criar um certo vínculo com o cliente.

O design thinking nesse contexto pode ser uma ferramenta fundamental para a construção de um modelo de negócio que abranja todas as características citadas. Seu conceito parte não somente do design do produto ou serviço em si, mas sim das reais necessidades das pessoas e como elas podem ser supridas, melhorando assim, suas vidas de forma efetiva.

Em sua tradução, design thinking significa “modo de pensar do design”, e apresenta-se como um importante técnica pois faz com que seus valores (empatia, colaboração e experimentação) sejam inseridos no ambiente de trabalho, facilitando a decisão em relação a qualquer situação.

Na prática, a ferramenta coloca os consumidores no centro do desenvolvimento de um produto ou serviço, a empresa deve buscar qual a melhor forma de suprir todas as necessidades e desejos dos clientes, conhecendo-os e compreendendo seus sentimentos, para que seu produto/serviço exerça um grande impacto na vida de cada um deles.

Etapas do processo:

1.Imersão

Para seu inicio, os desenvolvedores do produto/serviço necessitam captar o máximo de informações possíveis. Durante essa etapa, as necessidades dos clientes são identificadas e podem ser transformadas em oportunidades.

O fundamental para uma boa execução nessa fase é ter empatia pelos consumidores, que é se colocar no lugar das outras pessoas em diversas situações. Quanto maior o aprofundamento no conhecimento sobre o consumidor, mais a empresa obtém respostas para questões em relação à persona do consumidor.

2.Ideação

Após conhecer bem o consumidor, são necessárias diferentes habilidades e perspectivas para gerar soluções que abordam o assunto em questão. O design thinking recomenda que profissionais de diferentes áreas trabalhem juntos nessa etapa, pois através de um brainstorming , umas forma de colocar as diferentes opiniões juntas, que acabam por trazer as melhores soluções, para qual for o problema.

3.Prototipagem

É o momento de validação das propostas geradas na etapa anterior, unindo as melhores ideais e transformando-as em modelos para testes de produtos/serviços idealizados. O protótipo faz com que as incertezas do projeto sejam menores, tornando-o viável no âmbito financeiro e tecnológico.

4.Implementação

Assim que os testes gerarem resultados satisfatórios, o produto ou serviço pode ser inserido no mercado.


53 visualizações
Encontre a solução que você procura!

Venha fazer parte da nossa rede de e-mails!

 

Passe a receber um conteúdo exclusivo e que tem tudo a ver com você!
 

DIAGNÓSTICO GRATUITO

Estamos a disposição para tirar qualquer tipo de dúvida e conversar com você.  Caso queira ter uma opinião sincera sobre o seu negócio clique abaixo:

PROMAD Jr. - Consultoria e Projetos

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone LinkedIn

Rua Geraldo Alckmin, 519,

Vila N. Srª. de Fátima -Itapeva, SP